No ano em que se assinala o Centenário do Nascimento de José Saramago, o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões I.P.) e a Universidade Federal do Paraná inauguram, no próximo dia 6 de maio, a Cátedra Saramago naquela universidade, em sessão que contará, para além do Magnífico Reitor, Professor Ricardo Marcelo Fonseca, e de outras autoridades académicas da UFPR, com a presença do Presidente da Assembleia da República de Portugal, Augusto Santos Silva, do Embaixador de Portugal, Luís Faro Ramos, e do Coordenador para as comemorações, o Professor Carlos Reis.

A Cátedra Saramago na Universidade Federal do Paraná, a 8.ª cátedra que o Camões I.P. cria no Brasil, em parceria com importantes instituições de ensino superior locais, foi formalmente criada em final de 2021, coincidindo o seu início de atividade, que agora se efetua, com o arranque de um ano cheio de comemorações entre Portugal e Brasil, onde se destaca a participação de Portugal como país convidado da Bienal do Livro de São Paulo.

Coordenada por Patrícia da Silva Cardoso, professora do Departamento de Linguística, Letras Clássicas e Vernáculas do Setor de Ciências Humanas da UFPR, a cátedra permitirá o estabelecimento de condições para o desenvolvimento da investigação na área de Estudos portugueses, nomeadamente da história, estrutura, promoção e difusão da Literatura Portuguesa e de expressão portuguesa, bem como das Culturas do Espaço Lusófono.

A cátedra tem como patrono José Saramago, juntando-se, assim, a outras sete cátedras Camões que, na Europa e na América Latina (Espanha, Itália, Bulgária, México e Perú), têm igualmente o Prémio Nobel português como patrono e referência para os trabalhos a desenvolver, reforçando, deste modo, a possibilidade de criação de redes de colaboração e cooperação que, tanto o Camões I.P. quanto as universidades, estimulam.

Referindo-se à criação desta cátedra, o Presidente do Camões I.P. Embaixador João Ribeiro de Almeida, salientou tratar-se da 61ª cátedra Camões no mundo, denotando a aposta continuada que o país faz na consolidação de uma ampla rede de estruturas que prestam um enorme contributo à promoção da língua portuguesa como língua de ciência e de conhecimento, mas também à divulgação da cultura portuguesa e às culturas em língua portuguesa nos grandes centros académicos de 4 continentes.

A assinalar o arranque das atividades da cátedra, será ministrada pelo Professor Carlos Reis uma aula inaugural aberta a toda a comunidade universitária e convidados, que terá uma alocução inicial do Presidente da Assembleia da República Portuguesa.

para_o_site_da_embaixasa.jpg

Fotografia da autoria de Marcos Solivan.

  • Partilhe